Missão Tecnológica Brasil-Portugal acontecerá em Novembro/2017. PARTICIPE!!

29/09/2017

MISSÃO TECNOLÓGICA BRASIL – PORTUGAL

Missão Tecnológica Brasil-Portugal acontecerá em Novembro/2017.  PARTICIPE!!

Objetivos da MTech Portugal 

O propósito desta missão, é permitir aos integrantes da delegação brasileira, um conhecimento e aproximação maior com o mercado TIC e de P&D+I em Portugal. Suas demandas, fornecedores locais para o desenvolvimento de parcerias, linhas de pesquisas, ecossistema de inovação, scaleups & empreendedorismo, alianças acadêmicas junto a universidades e escolas, incubadoras & startups centers, promoção de acordos entre cidades irmãs, promoção de consórcios temáticos, iniciativas de tecnologias sociais e sustentáveis, informações sobre fundos disponíveis e acesso a investidores, jurídicas, tributárias, laborais, imobiliárias, convênios bilaterais existentes, assim como convênios entre Portugal e outros países, além de informações setoriais no mercado tecnológico, através de uma dinâmica colaborativa e compartilhada.

As atividades ocorrerão em 2 etapas, sendo a 1ª com foco em Matchmaking, Inteligência, Informações & Networking, durante o marco do evento Websummit 2017 em Lisboa, contando com um perfil mais corporativo.

A 2ª etapa será uma Caravana Tecnológica em regiões de Portugal intensas em tecnologia, com o objetivo de desenvolver acordos de Cooperação Técnica e Negócios, contando com um perfil mais acadêmico e institucional, onde os integrantes serão previamente selecionados.

Para cumprir este objetivo, a organização da MTech Portugal 2017, desenvolveu em conjunto com seus diversos parceiros, uma agenda que permita atender aos anseios de cada integrante da delegação, buscando preencher todas as demandadas, através de agendas diversas, segmentadas e regionais, onde um matchmaking prévio será realizado individualmente através de uma reunião remota. Empresas poderão também participar de forma não presencial em parte da missão.

A organização também irá apoiar na continuidade das iniciativas que envolverem articulações e alianças estratégicas para o desenvolvimento de colaborações internacionais, em condições a definir, conforme cada caso.

Considerando que o Websummit trata-se da maior conferência tecnológica da União Europeia e com relevância global e que a organização da Mtech irá também trabalhar na construção de agendas internacionais, deve-se ter em conta a possibilidade de geração de oportunidades com instituições de outros países, conforme interesse de cada participante.

 

SOBRE PORTUGAL:

Atualmente, Portugal é considerado a principal entrada dos brasileiros para o mercado Europeu e de onde também se constroem ótimas pontes com outras regiões lusófonas, tais como África e Ásia.

Além da língua em comum, a nação divide parte da história com o Brasil e a colaboração bilateral tem se acentuado a cada ano, principalmente no eixo Brasil-Portugal, devido ao complexo contexto político e econômico do Brasil, que muito se acentua desde 2014.

Em 2016 Portugal registrou a abertura de 114 empresas por dia e 35.000 startups registradas apenas em 2015. Considerado entre os melhores países para negócios em 2017, está no Top 20 da FORBES. O ecossistema de scaleups cresce em uma média 2 vezes superior à média europeia e diversos centros internacionais de inovação e de P&D estão se estabelecendo em Portugal, onde se criou uma agenda digital intensa e extremamente positiva.

Até 2020, o investimento em TIC vai aumentar a um ritmo de 4,8% ao ano, anunciou a IDC. As fatias destinadas às tecnologias da terceira plataforma e nos chamados “aceleradores de inovação”, vão somar mais de metade do mercado. Estratificando os dados, o IDC assinala que “em 2020, a terceira plataforma e os aceleradores de inovação vão representar 52% da despesa em TIC em Portugal”.

Segundo dados da União Europeia, no ano de 2015 existiam no mercado laboral perto de 8 milhões de pessoas da área TIC. No seu conjunto, esta área representava 3,5% do emprego total. Nos dados apresentados, no caso de Portugal, a média descia para os 2,3%, representado um total de 104 mil pessoas empregadas nesse sector.

No mercado português, cerca de 52% do orçamento das médias e grandes organizações tem como destino as TIC tradicionais. Perto 26% está direcionado para o outsourcing e pouco mais de 20% é dirigido para a cloud, privada ou em modelo de hosting.

Relativamente à perspectiva de distribuição do orçamento para 2020, regista-se um decréscimo na relevância do TIC tradicional e do outsourcing e um crescimento da cloud, quer pública (de 5% para 11%), quer privada, onde em 2020, 43% do orçamento empresarial nacional será centrado em plataformas cloud (públicas e privadas). Fonte: IDC Portugal 

Por estes e diversos outros motivos, além do acentuado crescimento do evento, o Websummit, maior conferência TIC da Europa, decidiu se estabelecer nesse país, após o seu start na Irlanda.


NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail receba nossas notícias!